terça-feira, 17 de fevereiro de 2015

[Resenha] Academia de Vampiros: O Beijo das Sombras - Richelle Mead

Olá pessoal, tudo bem?

 Hoje vamos falar sobre “O Beijo das Sombras”, primeiro livro da série Academia de Vampiros. A partir dessa resenha vou colocar a sinopse que o skoob fornece dos livros que é bem detalhada, para que eu não tenha que ficar me alongando em explicações e sim nas minha impressões sobre  livro.

Vamos lá?

Autor (a): Richelle Mead
Editora: Nova Fronteira
Ano: 2009
Páginas: 319
Sinopse: “Lissa Dragomir é uma adolescente especial, por várias razões: ela é a princesa de uma família real muito importante na sociedade de vampiros conhecidos como Moroi. Por causa desse status, Lissa atrai a amizade dos alunos Moroi mais populares na escola em que estuda, a São Vladimir. Sua melhor amiga, no entanto, não carrega consigo o mesmo prestígio: meio vampira, meio humana, Rose Hathaway é uma Dampira cuja missão é se tornar uma guardiã e proteger Lissa dos Strigoi - os poderosos vampiros que se corromperam e precisam do sangue Moroi para manter sua imortalidade. 
Pressentindo que algo muito ruim vai acontecer com Lissa se continuarem na São Vladimir, Rose decide que elas devem fugir dali e viver escondidas entre os humanos. O risco de um ataque dos Strigoi é maior, mas elas passam dois anos assim, aparentemente a salvo, até finalmente serem capturadas e trazidas de volta pelos guardiões da escola. 
Mas isso é só o começo. Em O Beijo das Sombras, Lissa e Rose retomam não apenas a rotina de estudos na São Vladimir como também o convívio com a fútil hierarquia estudantil, dividida entre aqueles que pertencem e os que não pertencem às famílias reais de vampiros. São obrigadas a relembrar as causas de sua fuga e a enfrentar suas temíveis consequências. E, quem sabe, poderão encontrar um par romântico aqui e outro ali. Mais importante, Rose descobre por que Lissa é assim tão especial: que poderes se escondem por trás de seu doce e inocente olhar? 
Richelle Mead dá uma nova face à literatura vampiresca com este romance: mais ácida, apimentada e inteligente do que nunca, a saga dos Moroi e seus guardiões surpreende pelas reviravoltas e pela ousadia desses cativantes personagens.

Adoro vampiros, virei uma leitora viciada mesmo depois de ler “Crepúsculo” e a partir daí nunca mais parei de ler sobre o assunto, não sei por que não comecei a ler esta série antes. No começo da leitura achei que ia ser bem parecido com “House of Night”, mas as semelhanças acabam na escola para vampiros.
Nossa personagem principal é Rose, uma Dampira que pretende ser a guardiã da sua melhor amiga Lissa, que faz parte da realeza dos vampiros. Rose é uma menina forte, independente e destemida, fala o que pensa e faz o que quer, sem pensar o que os outros vão pensar disso. Claro que ao longo da narrativa, depois de certos acontecimentos bizarros envolvendo Lissa, Rose amadurece e começa a ter uma outra perspectiva sobre as coisas. Vou admitir que não simpatizo muito a com a Lissa, não sei ao certo por que, mas não consigo criar uma ligação ou simpatizar com a personagem.

O foco principal nesse primeiro livro não é o romance, mas temos pequenas doses, como uma  introdução para o que está por vir, eu relativamente gosto mais de Dimitri, o instrutor bravo de Rose, porém Christian, o menino estranho que chama a atenção de Lissa é bem interessante, adoro acompanhar a evolução de romances dentro de séries.


Espero que tenham gostado, não esqueça de comentar o que você achou ali nos comentários!
Até mais, beijos ;*

Um comentário:

  1. Olá!! Passei aqui para avisar que indiquei seu blog para a TAG The Liebster Award, dá uma olhadinha lá no que tem que fazer se você quiser participar ;)
    http://na-toca-do-coelho.blogspot.com.br/2015/03/tag-liebster-award.html

    ResponderExcluir